FEMININO CARIMBA PASSAPORTE PARA FINAL DO PAN

A um passo da medalha de ouro. A Seleção Feminina de Handebol está na final dos Jogos Pan-Americanos do Canadá, após derrotar o Uruguai na semifinal por 40 a 22 (18 a 11 no primeiro tempo), nesta quarta-feira (22), no Centro de Exposições de Toronto. O adversário na decisão sairá do duelo entre Argentina e México, que se enfrentam ainda hoje, às 21h30 (horário de Brasília).

Durante os 60 minutos, o Brasil trabalhou bem em grupo e foi superior, principalmente, no ataque. Na defesa, o técnico Morten Soubak tem aproveitado para implementar novas ideias e ações. Já o Uruguai, mesmo com ataques efetivos, não conseguiu superar as brasileiras em nenhum momento e nem manter a defesa bem postada, o que possibilitou ao Brasil contra-atacar e abrir uma boa vantagem.

O placar, mais uma vez, foi elástico a favor do Brasil, que venceu com 18 gols à frente. Contudo, isso não é o principal para o técnico Morten Soubak, pois, mais do que a vantagem no marcador, o importante é jogar bem, corrigir falhas e implementar novas possibilidades dentro de quadra, tudo isso visando ao Mundial da Dinamarca, em dezembro, competição que o Brasil defende o título.

"Nós estamos aqui para ganhar. Não penso tanto no placar, mas de que forma vamos vencer", afirmou o dinamarquês sobre a decisão com Argentina ou México. "Cada vez que estamos em treinamentos, amistosos ou campeonatos eu quero tirar o máximo que é possível da equipe para saber como estaremos no Mundial. Nós estamos nos preparando para os próximos compromissos e precisamos testar, tanto individualmente quanto coletivamente", completou.

Ir em busca de mais um título da competição é motivo de muito alegria e satisfação, como conta a armadora Deonise Fachinelo. "A equipe merece os parabéns por mais uma final e pelo trabalho que a gente vem fazendo em todos esses anos. Então, acho que estar nessa decisão é mais do que merecido. O grupo acredita no que está sendo realizado e na filosofia de jogo que o Morten nos passa, como a nossa defesa, que está mudando, com novas ideias. Espero que possamos trazer esse ouro para o handebol brasileiro e para todos que estão torcendo pela gente", destacou a atleta que hoje balançou a rede sete vezes.

Duas jogadoras dividiram a artilharia do jogo: Fernanda França, do Brasil, e Alejandra Scarrone, ambas com oito gols.

Na decisão de posições, o Porto Rico passou pelo Chile por 36 a 34. Às 19h, Canadá e Cuba também se enfrentar para definir do quinto ao oitavo lugar.

Gols do Brasil: Fernanda (8), Ana Paula (7), Deonise (7), Alexandra (4), Samira (4), Amanda (3), Célia (2), Daniela (2), Elaine (1), Francielle (1) e Jéssica (1).

Seleção Masculina - Amanhã, será a vez da Seleção Masculina ir em busca de uma vaga na final. Os meninos enfrentam o Chile nesta quinta-feira (23), às 14h30 (horário de Brasília), também no Centro de Convenções de Toronto.

Programação do Handebol

Horário de Brasília

Feminino

Quinta-feira (16)

Brasil 38 x 21 Porto Rico

México 25 x 22 Canadá

Argentina 20 x 15 Uruguai

Chile 25 x 28 Cuba

Sábado (18)

Brasil 48 x 12 Canadá

Porto Rico 30 x 39 México

Cuba 27 x 25 Argentina

Uruguai 32 x 26 Chile

Segunda-feira (20)

Porto Rico 21 x 21 Canadá

Brasil 34 x 19 México

Uruguai 33 x 28 Cuba

Argentina 30 x 18 Chile

Quarta-feira (22)

Porto Rico 36 x 34 Chile (decisão do quinto ao oitavo lugar)

Brasil 40 x 22 Uruguai (semifinal)

19h: Canadá x Cuba (decisão do quinto ao oitavo lugar)

21h30: México x Argentina (semifinal)

Sexta-feira (24)

11h30: disputa do sétimo lugar

14h: disputa do quinto lugar

18h30: disputa do bronze

21h: final

Masculino

Sexta-feira (17)

Brasil 34 x 17 Canadá

República Dominicana 23 x 33 Uruguai

Argentina 35 x 18 Cuba

Chile 33 x 23 Porto Rico

Domingo (19)

Brasil 38 x 18 Uruguai

Canadá 28 x 25 República Dominicana

Porto Rico 22 x 38 Argentina

Cuba 31 x 31 Chile

Terça-feira (21)

Canadá 17 x 26 Uruguai

Brasil 48 x 18 República Dominicana

Cuba 38 x 23 Porto Rico

Argentina 30 x 23 Chile

Quinta-feira (23)

12h: Canadá x Porto Rico (disputa do quinto ao oitavo lugar)

14h30: Brasil x Chile (semifinal)

19h: República Dominicana x Cuba (disputa do quinto ao oitavo lugar)

21h30: Uruguai x Argentina (semifinal)

Sábado (25)

11h30: disputa do sétimo lugar

14h: disputa do quinto lugar

18h30: disputa do bronze

21h: final

Seleção Feminina

Goleiras - Bárbara Arenhart, a Babi (Baia Mare-Romênia) e Mayssa Pessoa (CSM Bucaresti-Romênia).

Armadoras - Amanda Andrade (AAU Concórdia-SC), Deonise Fachinello (CSM Bucaresti-Romênia) e Jaqueline Anastácio (Ringkobing Handbold APS-Dinamarca).

Centrais - Ana Paula Rodrigues Belo (CSM Bucaresti-Romênia) e Francielle Gomes da Rocha (Hypo Nö-Áustria).

Pontas - Alexandra Nascimento (Baia Mare-Romênia), Célia Costa Coppi (Metodista/São Bernardo-SP), Fernanda França (CSM Bucaresti-Romênia), Jéssica Quintino (MKS Selgros Lublin-Polônia) e Samira Rocha (OGC Nice-França).

Pivôs - Daniela Piedade (Siofok KC-Hungria), Elaine Gomes (Nykobing Handboldklub-Dinamarca) e Tamires Morena (Gyori Audi ETO-Hungria).

Comissão técnica

Técnico: Morten Soubak

Auxiliar técnico: Alex Aprile

Fisioterapeuta: Marina Calister

Massoterapeuta: Cidinha Rocha

Psicóloga: Alessandra Dutra

Supervisora: Rita Orsi

FONTE: CBHb